domingo, 25 de agosto de 2013

Carpaccio Clássico



O Carpaccio surgiu por acaso, assim como muitas outras receitas e foi inventado por Giuseppe Cipriani do famoso Harry's Bar de Veneza, para atender a um pedido especial da condessa Amália Nani Moncenigo, que sofria de anemia e precisava comer carne crua.
Isso aconteceu em 1950 e não foi uma tarefa fácil, visto que nessa época havia um grande preconceito em relação a carnes cruas.
Cipriani fez um prato que se tornou sucesso absoluto, utilizando finíssimas fatias de carne bovina, regadas por um molho untuoso à base de maionese, creme de leite, molho inglês, mostarda e alcaparras.
Seu nome foi uma homenagem ao pintor Vittore Carpaccio, pintor renascentista conhecido por utilizar em suas obras, tons de um vermelho vibrante que remetia a carnes cruas.
Hoje, existem variações de Carpaccio utilizando peixes, frutas e legumes sempre cortados de maneira finíssima além de uma gama enorme de molhos para acompanhar.
No Brasil, o prato surgiu pelas mãos de Massimo Ferrari na década de 70.

Ingredientes para um carpaccio clássico:

Fatias finas de lagarto ou filé mignon;
1 colher de sopa de mostarda Dijon;
Suco de 1 limão;
Sal e Pimenta do reino à gosto;
1/2 colher de chá de molho inglês;
2 colheres de sopa de azeite extra virgem;
1 colher de chá de alcaparras;
Lascas ou Parmesão ralado grosso

Modo de fazer:

Arrume as fatias de carne no centro de um prato.
Faça um molho com mostarda, limão, molho inglês.
Cubra a carne com esse molho, regue com azeite, salpique com as alcaparras, lascas de parmesão, sal e pimenta.

Sirva com torradas de pão de forma e folhas de rúcula ou alface romana.

Acompanhe com um vinho branco Pinot Grigio ou cerveja Pilsen

Nota: Utilize azeites aromatizados para criar um sabor especial em seu carpaccio.

Buon Apetito !






Nenhum comentário:

Postar um comentário